domingo, 28 de fevereiro de 2016

A força do impulso

Normalmente agimos por impulso conforme nossos hábitos e vícios diários. Se somos malcriados e cheios de vontades, quando somos contrariados queremos derrubar tudo a nossa volta. Mas se somos do tipo pacíficos, quando ocorre alguma diversidade somos com mais equilíbrio. As convenções sociais nos ditam regras de comportamento, mas estas regras são facilmente ignoradas num momento de raiva ou medo. A única maneira de adotemos sempre com equilíbrio é acalmando nosso coração das ansiedades e vontades infantis, e se colocando mais vezes no lugar da outra pessoa, isso se chama empatia. Mas devemos sabe também que uma vez que tivemos mal hábito, ele se instala em nosso coração e mente e coração e fica lá enquanto vivermos. Podemos deixá-lo adormecido, mas não podemos eliminá-lo de nós É como um vírus em quarentena que fica em seu disco rígido mental. Pode ser isolado, mas esta lá. Então que teremos que ter cuidado para não despertá-lo. Ele pode acordar com uma fome insaciável e mais feroz que antes, daí para causar um grande estrago ou uma tragédia é um passo. Serenidade é um estado de espírito que deve ser cultivado diariamente.

Nenhum comentário: