quarta-feira, 30 de março de 2016

Paixão e medo

Sem querer bancar o falso moralista, já entendi o porquê dos sábios antigos advertirem tanto para o perigo do ser humano deixar-se levar por suas emoções, erroneamente confundidas com seguir o próprio coração.
Os sábios estavam referindo-se a avalanche de sensações que invadem nosso corpo e mente quando nos ficamos nos arrastar por emoções fortes das quais não temos pleno conhecimento nem controle. Deixar-se levar pelo império dos desejos pode parecer prazeroso, mas isso leva o ser humano a pagar um preço muito alto por entregar-se a esses atos imaturos, tais como desejo insaciável, vazio interior e tendência s violência.
Tentar evitar a libido praticando sexo sem amor é como tentar apagar um incêndio jogando mais combustível. O desejo meio se satisfaz por si só. Pode até um parceiro enjoar um do outro, mas o desejo contribua querendo mais prazer. É como uma droga no organismo querendo disseres cada vez mais fortes. Do sexo casual para relações instáveis e traições são um pulo.
Esse tipo de satisfação que este tipo de relação traz é apenas momentânea. Com o tempo a tendência é a tradição fazer parte da vida de quem pratica essa forma de relação e o vazio interior ainda pode conduzir estes pessoa infeliz a vícios como bebedeira, que hoje em dia vem maquiada com o nome de cervejinha.
Como se isso não bastasse, esse tipo de relação baseada no sexo sem amor produz fortes sensações, que se não forem bem administradas, podem conduzir a frustrações e atos de violência. Pois algo que mexe com a cabeça, com o corpo e até com a vaidade, pode ter resultados indesejáveis se os ânimos forem exaltados.
O sentimento de posse é comum nesse tipo de relacionamento, acompanhado de um ciúmes que pode evoluir para algo doentio. Ainda mais quando a sociedade tem no ciúmes prova de amor, confunde-se aqui posse com amor.
Erroneamente como mencionei acima pois nossa força e auto-confiança estão intimamente ligados à nossa capacidade de sentir e criar emoções em nosso coração. Isso não deve ser confundido com seguir as vontades inconseqüentes do ser humano imaturo.
É difícil atingir a maturidade emocional quando é socialmente aceito e até estimulado a prática de relações intimas sem um sentimento maior envolvendo o respeito e amor ao semelhante. Quem distoa do senso comum pode ser ridicularizado ou mesmo isolado de alguns meios sociais.
Mas o que levaria alguém a refrear os próprios instintos para ser mais recatado em suas relações? Muitas razões para isto viver o amor duradouro sem sustos, questão de higiene e saúde, pode planejar e construir uma relação sólida a dois, ser um bom exemplo, ter paz de espírito, sentir-se amado e bem acompanhado com alguém de confiança para todas as horas, é mais econômico manter uma relação do que impressionar um novo alguém a cada momento, entre muitas outras razões para renunciar a prazeres momentâneos.

segunda-feira, 28 de março de 2016

Com quem podemos brigar e porque

Há muitos anos atrás passava um seriado na Rede Globo chamado Magnum. Era um detetive particular que morava em uma ilha do Havaí e era valentão e meio atrapalhado. Em um desses episódios, ele falou uma cousa interessante que pratico desde então. Ele falou que só devemos brigar com quem amamos e com quem gosta de nós. Demorei para entender que o personagem toma razão. Quem nos ama nos perdoa e não vira nosso inimigo e tenta nos destruir.
O ser humano precisa do outro para se conhecer e se afirmar, dentro de em uma relação de respeito mútuo. Mas ninguém nave sabendo e a vos em sociedade nos impõe limites que descobertos de uma forma ou de outra. As relações humanas são complexas e no conflito podemos resolver e aprender mais rapidamente do que anos de diálogo conciliatório.
Não perco meu tempo com quem não tem interesse em mim e onde não há uma relação de respeito e até cumplicidade. Até mesmo meus conflitos considero sagrados pois ajudam a ambos a ser desenvolverem. Quando entro em conflito é desencadeado todo um processo de argumentação fundada na razão. Não gosto de situações em que "a razão da força substitui a força da razão".
É desnecessário, cansativo, infrutífero e até perigoso conflitos com pessoas que não nos respeitam. Numa situação dessas evito o conflito, mas se for inevitável do tem duas saídas: ou entro pra vencer ou abandono o campo de batalha antes mesmo de luta começar.
Quero o amor predominando em minhas vida e recomendo o mesmo, conflitos não estão em minha agenda a curto e médio prazo. Estou me preparando para o que há por vir,e pelo jeito está chegando mais cedo do que o esperado. Esta situação econômica que o país está vivendo é apenas o começo da grandes transformações para as quais estamos por passar. Não da partes saber em que direção estamos indo neste percurso, mas podemos dizer que é inédito. Como dizia o ex-presidente Lula: "Nunca antes na história deste país..."

domingo, 27 de março de 2016

PERÍODO DE MUDANÇAS

De 2015 para este ano a coisas mudaram muito ea pessoas estão perdidas em seus pensamentos e não sabem pra que direção ir. Afinal, todos os padrões conhecidos já não existem mais. É um período de internas transformações, algo tipo da Idade Média para a Idade Moderna.
Qualquer que seja a crença da pessoa, isso não vai mudar o fato que estamos em pleno período de grandes mudanças. De minha parte, quero entender para que direção estamos indo para assim vislumbrar oportunidades de negócios antes que eles se tornem comuns, pra quem chega antes tem mais tutelou para se preparar e vencer.

O significado da Páscoa

Alguém tem noção do que significa a Páscoa? Mais do que oportunidade de reunir a família e ostentar quem tem o ovo maior que o outro, Páscoa é. A ressurreição de Jesus Cristo.
Para o verdadeiro e praticante cristão, é uma data mais importante que o tão festejado Natal para o comércio e para as pessoas viverem presente uma das outras. O Natal é apenas o início da missão de Jesus nesta vivência; é na praia que todo o trabalho desenvolvido pelos profetas por milhares de anos se concretiza. A ressurreição é o verdadeiro sentido da Páscoa.
Temos que renascer também no Espírito Santo para sermos dignos das promessas do nosso Pai celestial. Para renascer, renunciar conscientemente aos atrativos sedutores desta vida mundana e nos entregarmos em confiança ao amor divino que nos admita e nos sustenta. Ter amor ao semelhante é essencial para atingir entre objetivo.
FELIZ PASCOA PARA TODOS!!!

quinta-feira, 24 de março de 2016

RAZÕES PARA A PAIXÃO DE CRISTO

Aproveitando o período pascal escreverei um pouco sobre a paixão e ressurreição de Jesus Cristo nosso Senhor. Me pensam por que assassinaram Jesus e se não deveria ter sido evitado. Por que Deus deixou isso acontecer.
Não vou entrar no mérito religioso da questão, tentarei evitar tendências. O que quero é evidenciado assunto do ponto social e histórico.
Então eu que pergunto: O que teria acontecido se Jesus Cristo não tivesse sido crucificado? E eu mesmo respondo:
1 - o propósito de sua vinda aqui não teria se realizado, pra o que diferenciou Jesus de qualquer bandido morto na cruz (que era muito comum naquela época) foi sua ressurreição. A ressurreição dele foi quem configurou perante a humanidade sua divindade. E ele se constando s nós também nos elevou à condição divina;
2 - se ele não tivesse sido morto na cruz e ainda assim se recusasse a serviu aos propósitos dos líderes fariseus, ele teria sido assassinado em poucos dias, pois a inveja de seus feitos já havia o convenção perante a esses homens.
E ainda tem outro fato que ê muito negligenciado: Judas Incariotes. Por que Jesus permitiu que ele os seguisse? Será que jesus foi ingênuo e não conhecia o coração de Judas? Claro que Jesus sabia que havia aceito um traidor em seus meio, mas se não fosse a tolice de Judas, Jesus não teria sido entregue e a história não teria tido o desfecho que teve.
Mas será que Judas queira mesmo trair Jesus? Será que ele odiava a Jesus? Parece que não queria trair nem odiava a Jesus, mas Judas pensava com a razão dos homens e não pensava como Jesus. Judas queria que Jesus fosse o Messias prometido e libertasse os judeus do império romano, e queria aproveitar i período da Páscoa para iniciar esta revolução, já que Jerusalém estava cheia de judeus por causa da festa. Ele achou que Jesus seria convencido pelos líderes fariseus a se tornar esse poder libertador de Roma. Mas Jesus se recusou. Isso provocou a ira dos fariseus que o mandaram para a morte, pensam eles que isso encerraria a história e Jesus cairia no esquecimento.
A ignorância e inveja dos homens foram os combustíveis para a crucificação de Cristo.

quinta-feira, 17 de março de 2016

Deus na condução

Ainda estou fazendo esforço para conseguir o que quero, tipo: vida social, dinheiro, conforto e reconhecimento. Isso significa que não estou deixando Deus conduzir meus passos, pior isso tenho que me explicar tanto e porque as pessoas não estão se aproximando espontaneamente de mim.
Hoje entendo que não precisamos nos esforçar pra nada, quando deixamos de arrogância e entramos nosso caminho a Deus. Isso pode ser entendido como ter fé. O esforço é ser manter no caminho certo no início da caminhada, mas depois que já percorremos um trecho de boa vontade, o restante do caminho se forma mais fácil.
Só precisamos ter esforço quando deixamos a razão nos conduzir no lugar de Deus em nossas vidas, quando nos vontade nos faz acreditar que somos capazes de algo sozinhos.
As mudanças estão cada vez mais rápidas e a razão não terá agilidade para dar todas a respostas a tempo. As mudanças já chegaram, e quem souber aproveitar terá prosperidade.

quarta-feira, 16 de março de 2016

Conhecimento aprendido

Comecei a escrever sobre Deus e a citar passagens da Bíblia. Quero deixar claro que não estou aqui para pregar a palavra em meu Facebook e nem tenho a intenção de ser o dono da verdade. Tenho minhas crenças pessoais e creio firmemente em Deus nosso Pai, em Jesus Cristo nosso Salvador e Maria Santíssima minha mãe. Minha visão de crença e prática não está formatada em convenções sociais.
Percebi que seria impossível eu continuar a escrever e seguir minhas lindas de raciocínio sem incluir Deus em meus textos. O que tenho estudado: Lei da Atração; noções de física quântica; Pensar e Enriquecer; pensamentos positivos; Matriz Divina, entre outros. Tudo isso não faz sentido sem explanar sobre a fé.
Todos esses temas tem passagens em comum, tipo matéria amorfa ou eter, que todos fazemos parte de um grande todo, que a realidade não existe na dado nossos pensamentos e crenças que formam nosso cotidiano o que realmente é. Nos fazemos nossa realidade. Se a vida esta ruim é porque acreditamos nisso; se a doença é duradoura é porque pensamos nela e a fortalecemos; se o dinheiro está pouco é oque danos força s falta e não a presença de dinheiro.
Essa matéria amorfa cruz a realidade o tempo todo e sempre boa dá o que pedimos. Se você quiser um quilo de ouro, terá se acreditar nisso.
O problema é que fomos criados para acreditar no que é ruim, temos a tendência de nos sabotar o tempo todo. Temos que entender que a mente é poderosa na temos que dominá-la. Não temos que nos acabar de trabalhar pelo dinheiro, mas por o dinheiro para trabalhar pra nós.
Não temos que competir por trabalho ou comida, há o suficiente para todos e o Universo sempre produzirá mais, mas temos que focar na abundância e não na falta.
Quando se vai orar, não se pede em palavras, mas visualiza e sente no coração o que se quer. Pensa por um momento e solta o pensamento, parte que ele vá buscar o que queremos. Pensar demais no que se quer só reforça a falta e ansiedade é o que conseguirá com isso. Quando pedimos em palavras, estamos admitindo que não temos, e a falta é o que teremos.
Para se ter riquezas devemos estar preparados para recebê-la, e deixar de ter pensamentos de pobreza. Esbanjar o pouco que se tem só mantém a pobreza em sua vida e com ela as dificuldades. Pessoas ricas se juntam com pessoas ricas e delas procuram orientação. Não de deve culpar os ricos pelas dificuldades dos pobres, nem querer acabar com a pobreza, mas ficar em ter sua própria riqueza e servir de exemplo para que outros acreditem que também podem ter riqueza e conforto.
Temos que ter disciplina e abandonar os velhos hábitos que nos atrasam a vida e nos afastam da realidade.
Enfim, não se pode falar de massa disso sem falar de Deus. Mas acredito que Deus não está lá no céu distante de nós, acredito que Ele está em nós e que somos parte Dele, só que nos esquecemos disto. Nossos semelhantes também são parte de Deus,e se seus esta em nós, também sono dos em parte. Se machucamos ou ofendemos alguém, estamos ferindo a nos mesmos, já que Deus esta em nós. Nosso semelhante é nosso espelho: Se vemos coisas ruins nos outros, estamos vendo um reflexo de nós mesmos.
Seus não nos criou para sofrermos ou pagarmos penitências neste mundo, vida falta de fé e dia do coração é que atrai as dificuldades

Resumo do conhecimento

Outro dia eu ia passar uma mensagem, mas por acidente deixei de apaguei a mensagem e não pude escrever logo por falta de tempo. Mas eu ia escrever sobre o medo, aquele medo que nos paralisa e atrasada nossa vida. Esse medo tem origem na criação que temos na infância e no meio social em que vivemos. Já na pré escola começamos a ser coagidos por coleguinhas mais fortes ou bem relacionados. Nas outras fases de escola não é diferente. Para quem vive em área de risco de violência o medo faz parte do seu cotidiano.
Sempre associei perdidas mal educadas e brutas como sendo pessoas confiantes e fortes. Hoje sei que sua armadura de ignorância nada mais é do que uma camuflagem de sua fraqueza. Pessoas conhecidas como tendo o gênio forte nada mais são só que pessoas fracas e inseguras, que usam a grosseira e violência como forma de intimidação e mostrar uma suposta força que não tem. Quem invoca o medo e a ameaça como forma de impor autoridade e obediência não conseguirá o que quer sem se sentir ameaçado o tempo todo.
Não posso dizer que já vivo na plenitude do amor pois ainda tenho a sensação do medo em mim, tipo medo de perder algo que conquistei. Mas estou combatendo essa força sempre que esforço isso. A falta de fé e a dureza do coração é que atrai as dificuldades.
As plantas, os animais, a água, o ar, as pedras, a luz, todo e todos dado feitos da mesma substância e fazemos parte do mesmo todo.
Quando pensamos mal, entramos em sintonia com o que é ruim, então agimos coisas ruins para nossa vida, temos que pensar coisas boas para que a vibração só nos traga coisas boas.

Ainda sobre o medo

Outro dia eu ia passar uma mensagem, mas por acidente deixei de apaguei a mensagem e não pude escrever logo por falta de tempo. Mas eu ia escrever sobre o medo, aquele medo que nos paralisa e atrasada nossa vida. Esse medo tem origem na criação que temos na infância e no meio social em que vivemos. Já na pré escola começamos a ser coagidos por coleguinhas mais fortes ou bem relacionados. Nas outras fases de escola não é diferente. Para quem vive em área de risco de violência o medo faz parte do seu cotidiano.
Sempre associei perdidas mal educadas e brutas como sendo pessoas confiantes e fortes. Hoje sei que sua armadura de ignorância nada mais é do que uma camuflagem de sua fraqueza. Pessoas conhecidas como tendo o gênio forte nada mais são só que pessoas fracas e inseguras, que usam a grosseira e violência como forma de intimidação e mostrar uma suposta força que não tem. Quem invoca o medo e a ameaça como forma de impor autoridade e obediência não conseguirá o que quer sem se sentir ameaçado o tempo todo.
Não posso dizer que já vivo na plenitude do amor pois ainda tenho a sensação do medo em mim, tipo medo de perder algo que conquistei. Mas estou combatendo essa força sempre que esforço isso.

Imagine

Imagine você poder fazer tudo o que imagina? Poder criar matéria do nada? Poder ler a mente das pessoas? Poder votar doentes e ressuscitar os mortos? Poder ver espíritos de pessoas que já se foram e que não são deste mundo? Imagine você estar, em vida, face a face com Deus? Imagine você com Phd em física quântica querer ensinar os mistérios do Universo a crianças de cinco anos cheias de vontade? Imagine você amar a vida mas saber que nasceu para ser morto por erros que outros cometeram? Imagine você saber que muitas pessoas cometerão atrocidades utilizando seu nome como pretexto para machucar sei semelhante? Imagine você estar rodeado de pessoas que não estão a altura de seus infinitos conhecimentos? IMAGINE SE VOCÊ FOSSE JESUS CRISTO? Será que se preso a uma cruz seria a pior coisa que poderia ter acontecer? Acredito que não. A angústia de querer deixar seu legado r ajudar o maior número de pessoas possível antes de sua partida seria bem pior, assim como não se fazer entender por causa de ideia prontas que cada um há tem do mundo e que não aceita facilmente renunciar a elas.
Sei que estas coisas que escrevo dado bem estranhas s quem não está acostumado com este tipo de linguagem, ainda mais com quem pensa que me conhece, mas acredito que temos que exercer nossos talentos ainda em vida e não se deixa para amanhã o que e pode fazer hoje, ou poderá se perder a oportunidade para sempre. Crença limitantes foram as responsáveis de estamos nesse nível de vida que estamos hoje, romper essas crenças significa ter uma vida totalmente nova com infinitas possibilidades

terça-feira, 15 de março de 2016

A parábola dos talentos

"Pois é assim como um homem que, partindo para outro país, chamou os seus servos e lhes entregou os seus bens: a um deu cinco talentos, a outro dois e a outro um, a cada qual segundo a sua capacidade; e seguiu viagem. O que recebera cinco talentos, foi imediatamente negociar com eles e ganhou outros cinco; do mesmo modo o que recebera dois, ganhou outros dois. Mas o que tinha recebido um só, foi-se e fez uma cova no chão e escondeu o dinheiro do seu senhor. Depois de muito tempo voltou o senhor daqueles servos e ajustou contas com eles. Chegando o que recebera cinco talentos, apresentou-lhe outros cinco, dizendo: Senhor, entregaste-me cinco talentos; aqui estão outros cinco que ganhei. Disse-lhe o seu senhor: Muito bem, servo bom e fiel, já que foste fiel no pouco, confiar-te-ei o muito; entra no gozo do teu senhor. Chegou também o que recebera dois talentos, e disse: Senhor, entregaste-me dois talentos; aqui estão outros dois que ganhei. Disse-lhe o seu senhor: Muito bem, servo bom e fiel, já que foste fiel no pouco, confiar-te-ei o muito, entra no gozo do teu senhor. Chegou por fim o que havia recebido um só talento, dizendo: Senhor, eu soube que és um homem severo, ceifas onde não semeaste e recolhes onde não joeiraste; e, atemorizado, fui esconder o teu talento na terra; aqui tens o que é teu. Porém o seu senhor respondeu: Servo mau e preguiçoso, sabias que ceifo onde não semeei e que recolho onde não joeirei? Devias, então, ter entregado o meu dinheiro aos banqueiros e, vindo eu, teria recebido o que é meu com juros. Tirai-lhe, pois, o talento e dai-o ao que tem os dez talentos; porque a todo o que tem, dar-se-lhe-á, e terá em abundância; mas ao que não tem, até o que tem, ser-lhe-á tirado. Ao servo inútil, porém, lançai-o nas trevas exteriores; ali haverá o choro e o ranger de dentes.» (Mateus 25:14-30)" Sem querer entrar no mérito religioso, pois acredito que nem Jesus Cristo gostava de debates religiosos, confesso que sou fã desta parábola em particular e pratico ela em todos os momentos que posso. Acredito que recebemos dons para exercê-los nesta vida e que estes mesmos dons (também conhecidos talentos) devem ser utilizados em sua plenitude.Temos a obrigação de desenvolver nossas aptidões pessoais e que esses talentos sirvam para ajudar nossos semelhantes. ateus 10:8-10 “Curai os enfermos, limpai os leprosos, ressuscitai os mortos, expulsai os demônios; de graça recebestes, de graça dai. Não possuais ouro, nem prata, nem cobre, em vossos cintos, nem alforjes para o caminho, nem duas túnicas, nem alparcas, nem bordão; porque digno é o operário do seu alimento.” O que recebemos de graça, de graça devemos favorecer. Mas cuidado: Não deis aos cães as coisas santas, nem deiteis aos porcos as vossas pérolas, não aconteça que as pisem com os pés e, voltando-se, vos despedacem. (Mateus 7:6). Cuidado com quem e onde irão falar algo de importante, pois a ignorância e o medo podem ser potencialmente perigosos. Não costumo abordar temas religiosos em minhas publicações para não passar como uma pessoa chata, como alguem dono da verdade e quando se coloca o nome de Deus na conversa logo se encerra a discussão, pois qualquer um que se atreva a contestar um pensamento que envolva o Senhor, logo poderá ser seriamente repreendido pelos demais. Não estou aqui para ter a palavra final sobre qualquer assunto que seja, apenas quero levantar algumas questões para reflexão, e também desenvolver mais habilidades quer eu possa ter e não tenha dado a devida atenção, seja por medo ou negligência

Relações hoje em dia

Não consigo entender como tantos casos se formam com tanta facilidade, como se uma alma gêmea for encontrada em cada esquina. Se não é por afinidade amorosa, é por desespero ou ignorância que estas pessoas se juntam, e o resultado disso não pode prestar. Quando dias pessoas se juntam e até vão morar juntar por apenas conveniência da situação e não por uma relação fundamentada no amor, um vai acabar atrasando a vida do outro. E se um deles pensar em crescer pessoalmente e até profissionalmente e espiritualmente, ou não ter que desistir de crescer ou novos conhecimentos vão afastar cada vez mais este casal. Uma relação a dois não é brincadeira de criança que se pode viver irresponsavelmente sem consequências sérias, assim como as relações de amizade e profissionais. Se relacionar com alguém é algo de muita responsabilidade. Obviamente que não precisa ser uma relação pesarosa ou desagradável, mas com responsabilidade e com muito respeito mútuo. Sempre faço e procuro cultivar novas amizades, mas nem sempre essas amizades ou relações conseguem acompanhar meu ritmo de vida. Daí perco safras inteiras de relações que cultivei mas não conseguiram ou tiveram interesse em me acompanhar. Sinto que ainda não encontrei meu lugar nesse mundo, por isso essas relações são tão instáveis, mas o que pertence a cada um de nós nutrem tira. Cabe continuar a caminhada mesmo que em alguns momentos nos sintamos sós, pois essa sensação é ilusória. Nunca estivemos realmente sós neste mundo, pois Deus SEMPRE está em nós,e quando estivermos Nele, acaba estas dúvidas e questionamentos. Perseverar é a palavra de ordem. Mesmo que as pessoas não tenham paciência partes ler e curtir e se comentar tantos textos que escrevo, estou fazendo minha parte nesta vida.

Mudanças atuais

Não sei se é impressão do minha, mas tempo parece que está mais curto. Do ano passado para cá não estou dando conta de tudo que preciso das ser durante o dia. Chego a estar muito cansado pela falta de tempo e ansiedade para da fazer tudo de vez. Tanto o que fazer e tão pouco tempo. Parece que o mundo e as ideias estão de ponta cabeça, mudou tudo mas não vejo c comentários que reflitam a veracidade dos fatos atuais. As mudanças que estão podendo cada vez mais rápido não tem paralelo na história da humanidade, creio que haverá muito em breve um grande acontecimento que mudará nosso rumo para sempre. As mudanças estrago a olhos vistos. A ostentação esta com seus dia contados. Eu mesmo recomendo que cada um procure se aproximar de pessoas de sua confiança e procure conhecer a do mesmo o mais rápido possível, pois deverá preparado para as fortes mudanças que estão para ocorrer , e isso é só uma questão de pouco tempo. Até o ano que vez teremos mais novidades, boas partes uns e preocupantes para outros. Estou sem ânimo e inspiração esses dias para escrever textos impactantes. Ma posso dizer que a situação econômica e atual na qual estamos vivendo ê um grande desafio de fé, até mesmo para quem é declaradamente ateu. O noticiário do faz piorar o ânimo da gente, cada notícia pior do que a outra. Já estudei que quem quiser prosperar, tem que deixar de assistir aos noticiários e se concentrar de todo o coração em seis objetivos mais elevados.. Saber renunciar aos velhos hábitos tem que ser uma luta diária, pois quando tentamos nos elevar, esses vícios de comportamento querem nos manter onde sempre estivemos. Talvez isso aconteça por comodismo mesmo, mas é um atraso de vida. Afastar-se de pessoas negativas e que sentem prazer em reclamar é outra dica importante para elevar o próprio astral e auto-estima. Sei que dado grandes os desafios, mas estrutura-se este ano pode garantir prosperidade e realizações em um futuro próximo.

terça-feira, 8 de março de 2016

Ovelhas sem pastor

Já escrevi uma vez que eu vos as pessoas como ovelhas sem pastor, como que se estivessem perdidas clamando por socorro bom grito surdo vindo do coração. E este ano parece que a situação piorou muito neste sentido.
Até então,s pessoas confiaram seu futuro a decisões de terceiros, como seus governantes, por exemplo. Mas a situação econômica atual fez com que as pessoas percebessem que tem algo que não está indo bem, de maneira previsível como sempre foi.
Não vejo a situação atual como negativa, mas tem tirado as pessoas de sua cômoda zona de conforto e terão que ver que nada mais será como sempre foi. A humanidade, e os brasileiros em particular, tinham que acordar desde sono em que viviam partes saber que só elas são responsáveis pelo que acontece a elas (não vou entrar aqui em questões religiosas).
Tal situação tem deixado algumas pessoas sem referências e sem saber o que fazer. Outras, já recuperadas do susto inicial, já começam a se movimentar para vencer em meio a esse turbilhão de acontecimentos. Até a Europa parece que está anestesiada, permitindo que refugiados andem livres em suas ruas e cidades sem sabem quem são as pessoas de bem e quem está mal intencionado.
Aqui no Brasil, o que chamam de crise deixou muitas pessoas atordoadas, sem saber qual direção tomar.
De minha parte, tenho escrito com o objetivo de despertar a força interior de casa um. Ter consciência dela é estar preparado para vencer todos os desafios.

João Luiz

quarta-feira, 2 de março de 2016

Mudanças de hábitos

Sempre falo que pra ter resultados diferentes temos que fazer coisas diferentes. Mas a mudança de hábitos não ocorre de forma automática e nem é tão fácil como imaginamos. Na verdade é fácil, mas nós mesmos é quem criamos as dificuldades para mudanças rápidas e eficientes. Estou decidido a recomeçar a partir de hoje minha mudança de hábitos. Tenho muito o que fazer e pouco tempo para realizar tantos e tão importantes projetos. A vida é tão curta mas pode ser muito prazerosa se permitirmos que assim seja. Ter pensamentos positivos diante da situação econômica e social atual é necessário um esforço redobrado de fé e persistência diante das dificuldades. A realidade não existe mesmo e nós a criamos a cada momento. Ter sentimento por um futuro melhor só é possível se mudamos nossos sentimentos desde já

Centro de equilíbrio

Por mais que possa ser prazeroso falar ou estar com alguém, o melhor pra cada um de nós é que nosso centro de equilíbrio está em nós mesmos. Esperar que outra pessoa nos de a paz que procuramos é perigoso, pois derivados de estar seguros por conta própria outra depender de terceiros. É ruim quando isso acontece, pois além de nos tornamos um fardo pesado partes outras pessoas, ficamos desnecessariamente dependentes. Sei que a época atual em que vivemos esta diferente de tudo que a humanidade viveu antes, e do ano passado em particular esta realmente difícil em muitos aspectos. Mas temos que manter o equilíbrio em boa mesmos, e nosso centro de gravidade deve estar alinhado em nós e não nos outros. Quando deixamos de depender dos outros para alcançar este equilíbrio, podemos dizer que encontramos nos força interna e a paz interior.

Confiar no coaração?

Dizem que não devemos confiar em nosso coração porque ele é traiçoeiro. Esta é uma interpretação errada das palavras. O correto é dizer: Não devemos confiar em nossas vontades. Já percebeu como nossas vontades nos atraem para fazer bobagens que não nos acrescentam nada de bom? O vício e atitudes raivosas são grandes exemplos disso. Não é nosso coração que nos arrasta ao adultério e à bebedeira, são nossas vontades. E como você se sente depois que satisfaz elas? Garanto que a satisfação é momentânea, e depois de satisfeita você se pergunta: Por que mesmo que fiz isso? Por que eu disse tamanha barbaridade? Nessas horas fica uma vontade, quase uma voz gritando dentro de nos para fazemos algo que já fizemos antes e teve resultados ruins, mas se derivados nos levar pelas vontades fazemos o que os impulsos mandam e depois vem o arrependimento. O momento de raiva pode servir de desculpa, mas se você não admite que está errado em continuar nesse caminho, cada vez que passar por uma situação assim vai fazer a mesma tolice. Com o vício não é diferente. O pior é que depois seguimos esse impulso quase irresistível e saciamos esse desejo descontrolado, parece que não fizermos nada, e a sensação é de um grande vazio