terça-feira, 31 de maio de 2016

Transcender

Temos que transcender nossas vontades para poder perceber o mundo e as pessoas a nossa volta com clareza, ou seja, deixar de querer que tudo sempre ocorra do jeito que percebemos e desejamos para ver a realidade como realmente ela é. Não podemos tornar o mundo melhor e nem ajudar as pessoas a melhorá-lo se estivermos afundados em nossos problemas pessoais e cheios de auto piedade.

segunda-feira, 23 de maio de 2016

Espectros

Passamos boa parte de nossas vidas nos esforçando buscando conforto material, beleza, estudos, bons empregos para alcançar projeção e com ela o reconhecimento social. Desperdiçamos boa parte de nossa energia e de nossa existência em busca destas coisas sem maior importância, na vã ilusão de que elas nos servirão quando precisarmos de companhia que nos console em nós particular solidão.
Hoje vejo essas pessoas e o que elas representam como espectros do passado. A época da ostentação já passou. Perdemos boa parte do tempo e dos esforços tentando impressionar um meio social que se desfaz com o tempo. Tem pessoas que se endividam cronicamente para tentar demonstrar um padrão de vida que não condiz com sua realidade. Todo para causar boa impressão e ser aceita no meu social que tanto almeja. Mas o tempo mostra que essas atitudes não farão sentido com o passar dos anos, mais especificamente quando os filhos crescem e a aposentadoria de aproxima.
Tenho conhecido várias pessoas de meia idade e até apresentados estruturados financeiramente que alcançaram o que muitos do imaginam ou vivem em sonhos, e nem por isso estas pessoas supostamente vencedores estado mais felizes que a maioria das pessoas. O que as pessoas não entenderam ainda os outros são se aproximam da gente se tivermos o que oferecer a eles. Isso não é ser interesseiro e é a coisa mais normal do mundo. Nós só buscamos a Deus porque devemos que Ele nos faz bem. Ninguém só suprema de outro de não for outra ganhar. Temos que ter algo que interesse aos outros. Aquela imagem do idoso de cabelos brancos e com palavras de sabedoria não passa de estereotipo da mídia. Não é porque uma pessoa ideia ficou idosa que tem sabedoria e algo a oferecer, assim como não basta ostentar algo para manter o interesse dos outros por nós. Ostentação só desperta interesses mas não mantém, e ainda pode causar sentimento de inveja que não é nada com partes ambas as partes.
Se quiser que alguém tenha interesse no que você tem a oferecer e com isso se sempre requisitado e não estar mais em solidão, tenha algo que desperte e mantenha o interesse dos outros preço sei produto, serviço ou mesmo ideia. Jesus Cristo, Buda, Mahatma Ghandy, Chico Xavier e outros grandes mestres tomam o que oferecer, não precisaram ostentar poder ou riquezas materiais para estarem sempre rodeada de pessoas interessadas no que eles tinham. Observe e comece a praticar estes exemplos seus feliz.̴

sábado, 21 de maio de 2016

Gerador de sentimentos

Atualmente tenho como regra tomar cuidado com os sentimentos que crio em mim e nos outros. Um olhar ou palavra errados podem ter efeitos devastadores em nosso caminhar.
Sempre vigio os sentimentos que crio com minhas atitudes, tanto em mim quanto nos outros. Sentimentos abrem portas, curam doenças, criam mais permanentes de amizades, trazem um grande amor e prosperidade para nossas vidas, ou ordem nos derrubar em um instante, depende de como ligados com eles. Podem ser nossos maiores aliados ou piores inimigos.
Todos os sentimentos vem de nosso coração, e se este estiver cheio de mágoas e rancores, nada de bom sairá dele. Mas se aprendermos a conduzir o que sentimos, não há limites para o que podemos alcançar.

Prazer temporário ou permanente?

que quero experimentar de agora em diante dado emoções, que dado mais do que sensações passageiras. O prazer pode ser duradouro ou temporário. O prazer duradouro vem de nos mesmos e se manifesta do ambiente. O prazer temporário vem do ambiente e se manifesta em nós.
A felicidade que vem do prazer vem de dentro do que temos em nosso coração. O prazer que vem da alegria vem de situações externas das quais nosso controle é quase nenhum. Beber e comer dado alguns do exemplos que creem de fora e dão par temporário. Um novo relacionamento que tenha como objetivo o prazer físico imediato também provoca sensação alucinante mas temporária.
Devemos ser mestres de nós mesmos e não nos deixar ser arrastados pelos nossos ímpetos animais. O prazer pode ser grande em um breve momento, mas a sensação de angústia, falta e solidão não compensa o esforço. A maturidade ensina que os prazeres são bem-vindos e dão sentido s vida, desde que estes prazeres sejam permanentes vindos de nos mesmos.
Só é possível ter um prazer destes se a pessoa guardar de si mesma e de todo que vem dela. Somente se a pessoa consegue se suportar é possível viver o prazer em sua plenitude.

sexta-feira, 20 de maio de 2016

Somos todos semelhantes

Tenho desenvolvido minhas aptidões e talentos naturais, potencializando meus recursos. E nessa jornada, percebo que tenho mais pontos em com com outras pessoas do que eu poderia imaginar. Medos, anseios, esperanças, vários pontos em comum. Estou percorrendo este caminho com mais facilidade agora do que foi no início.
Como eu já conheço este trecho da jornada, fica fácil outras mim identificar onde começa, onde estou e para onde vou se seguir este ou aquele trajeto, assim como sei identificar com certa facilidade para onde vão cada pessoa que tenho o mínimo de informações.
Meu projeto de vida inclui eu agradar o maior número possível de pessoas a atuarem o máximo de seu potencial nesta existência, sem perder o foco da direção que devem seguir nem o prazer de viver.
Vejo pessoas afundadas em dívidas que contraem a todo momento para suprir carências que o dinheiro nem bens materiais satisfazem, onde seria mais barato e produtivo encontrarem a resposta em si mesmos. Estas pessoas não aprenderam a lidar com o dinheiro e até aprenderam a odiar i dinheiro e principalmente quem os possui. Aprenderam aquele pensamento perigoso de que "o dinheiro é a raiz de todos os males".
As pessoas têm mais força do que podem imaginar, Apenas foram condicionadas desde cedo a não acreditem verdadeiramente em si mesmas, onde a obediência aos procedimentos impostos eram mais importantes do que o estímulo a criatividade e a confiança em si mesmo.
Vencer as barreiras limitantes para s felicidade e prosperidade tem sido minhas met de uns tempos para cá, com resultados surpreendentes.

segunda-feira, 16 de maio de 2016

GROSSERIAS À SOLTA

Eu não tinha percebido o quanto os nervos das pessoas estão a flor da pele, e as mulheres em particular. Não sei se esta crise econômica está desequilibrando as pessoas pela falta de perspectivas a curto prazo. Só sei que este ano provou ser de grandes provações e que acontecimentos grandiosos estão se realizando e afetando a vida de muitos.
Até as atitudes de cortesia estão mais para uma paz amada e não para uma demonstração de educação doméstica.
Este momento pede calma para não haver prejuízos futuros e irreparáveis nas relações familiares, pessoais e profissionais.
Até entendo que acordar de um lindo sono e perceber que tudo não passou de um sonho que não tinha respaldo na realidade pude deixar as pessoas atônitas, mas esse momento pede calma e discernimento para não haver maiores consequências.
Como dizem os cariocas: Muita calma nessa hora.

João Luiz

sábado, 14 de maio de 2016

Amarás ao teu próximo

"Amarás, pois, ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu entendimento, e de todas as tuas forças; este é o primeiro mandamento.
31 E o segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo. Não há outro mandamento maior do que estes." Marcos 12:30 e 31
Mas quem é o meu próximo?
30 E, respondendo Jesus, disse: Descia um homem de Jerusalém para Jericó, e caiu nas mãos dos salteadores, os quais o despojaram, e espancando-o, se retiraram, deixando-o meio morto.
31 E, ocasionalmente descia pelo mesmo caminho certo sacerdote; e, vendo-o, passou de largo.
32 E de igual modo também um levita, chegando àquele lugar, e, vendo-o, passou de largo.
33 Mas um samaritano, que ia de viagem, chegou ao pé dele e, vendo-o, moveu-se de íntima compaixão;
34 E, aproximando-se, atou-lhe as feridas, deitando-lhes azeite e vinho; e, pondo-o sobre o seu animal, levou-o para uma estalagem, e cuidou dele;

35 E, partindo no outro dia, tirou dois dinheiros, e deu-os ao hospedeiro, e disse-lhe: Cuida dele; e tudo o que de mais gastares eu to pagarei quando voltar.
36 Qual, pois, destes três te parece que foi o próximo daquele que caiu nas mãos dos salteadores?
37 E ele disse: O que usou de misericórdia para com ele. Disse, pois, Jesus: Vai, e faze da mesma maneira." Lucas 10.
Tenho me dedicado cada vez mais a pessoas que me dão realmente próximas e esta parábola ilustra bem isso. Nem todos que nos conhecem ou convivem conosco são nossos próximos. Entendo que nossos próximos são pessoas que têm afinidade na fé e com nossas ideias,e não pessoas totalmente contrárias aos nossos princípios.
Valorizo demais a atenção que alguém dispensa à mim. Quando alguém se dedica a entrar em contato conosco de alguma forma, estes dedicando parte de seu tempo, um dos maiores bens que temos. É bom sabermos que temos alguém além de Deus neste mundo.
As pessoas normalmente se enganam com quem seja nosso próximo. Algumas pensam que próximo é algum familiar ou parente. O próximo é aquela pessoa com afinidade conosco e que se sensibiliza conosco. Alguém que tem compaixão e perceber nossas necessidades, e nós também o percebemos. O próximo não está aqui só para nos servir em nossas necessidades, mas também deve ser servido com a mesma generosidade que ele desprende agora outros.
Amor também é reciprocidade, uma via de mão dupla.
Sei que meus textos são longos mas tem sua justificativa.

A força dos sentimentos

É muito difícil encontrar alguém com afinidade de ideias com as nossas se essas idéias não forem claras. Além disso, ansiedade só traz ansiedade: Se estivermos ansiosos para conversar com alguém, tudo que teremos será mais ansiedade. Ter paciência para que os frutos dêem no tempo certo pode ser angustiante, mas não tem atalhos e o caminho é este.
Temos tudo o que pedimos, então temos que ter cuidado com o que pedimos.
As vezes as pessoas que conhecemos são negligentes no que se refere a amizade, amor e atenção, dando pouca ou nenhuma importância aos sentimentos alheios. Mas ao invés de ficar choramingando por atenção, cabe a nós dar um aviso. Se a outra parte não perceber a atitude de desprezo ou indiferença que estes tendo, cabe a nós, cheios de amor próprio, despachar de uma vez alguém que pode estar fazendo muito mal com atitudes inconseqüentes.
Este tipo de situação gera sentimentos negativos muito fortes que não fazem bem a ninguém. Evitar ou anular este tipo situação é o melhor que podemos fazer por nós mesmos e pelos outros
Pedir algo não é apenas falar ou rezar, nossas atitudes e sentimentos são muito mais poderosos do que temos ideia. Tendo sentimentos bons dentro de nós, todos os caminhos se abrem para nossa passagem e os obstáculos que porventura possam surgir serão facilmente superados.

Emoções a flor da pele

Meus estudos apontam que para chegarmos a algum lugar temos que confiar em nós e no que sentimos. Isso só é possível para quem conhece a só mesmo e do que é capaz. Entregar-se as próprias emoções é prova de convenções em si mesmo. Se alguém sente incapaz de confiar em si, em quem essa pessoa poderá inspirar confiança?
As emoções nos impulsionam e são o canal direto de comunicação entre nossa alma e nós mesmos. As emoções podem nos trazer sem esforço tudo de que necessitamos, mas para que elas sejam seguras precisamos nos livrar dos maus pensamentos e do medo que nos paralisa e é um atraso de vida.
Sempre falo sobre o medo e nunca é demais lembrar da ameaça que ele representa para nosso crescimento pessoal e felicidade. O perigo existe e devemos nos precaver, mas o medo é fruto da nossa imaginação.
Afastar de tudo e de todos que precisam sentimentos negativos em nós é necessário para se atingir um sentimento puro e autêntico. Temos o poder de criar sentimentos em outras pessoas com nossas atitudes e palavras o tempo todo, portanto faz-se necessário nos conhecermos bem e esvaziar nosso coração de tudo que for ruim para que ele não transborde em maldades. Cultivar novas hábitos e atitudes we elevadas sai um bálsamo para o corpo e alma, assim como para a felicidade, alegrias e prosperidade.

domingo, 1 de maio de 2016

Com quem Deus se importa?

Com quem Deus realmente se interessa?
Quando escolhermos a satisfação de nossas necessidades imediatas, estamos agindo de forma arrogante, deixando Deus longe de nossa vida. Mas Deus não se importa nem um pouco conosco, não fomos criados para sermos eternos. O ser humano nada mais é do que morada da alma, é um vasilhame; é como uma garrafa de vinho que é jogada fora dos que o pedido líquido cumpre sua função. Mas não é um vasilhame qualquer, é um receptáculo sagrado que não deve ser maculado de forma alguma.
Então Deus criou nosso corpo para servir de abrigo para estes alma e selou os dois até a final separação, conhecida como a temos morte por alguns e passagem por outros. É por isso que desejos e satisfações imediatas são tão perigosos, pois nossas vontades pessoais normalmente ignoram o propósito de nossa existência que é ser um templo sagrado. Os desejos carnais como bebedeira, gula, ganância, orgias sexuais, adultério, serviço sem compromisso normalmente geram um prazer imediato que facilmente as transforma em medo, raiva, frustração, depressão e desespero.
A alma que chegar até Deus, mas quando este corpo físico começa a trazê-la para batido no lugar de ajudar a se elevá-la, a tendência é que a alma se afaste tornando o corpo doente e sujeito a toda sorte de malefícios. E se a alma desistir de ficar junto deste corpo físico, ocorre a morte. O corpo físico se desfaz e cai no esquecimento e a alma perde a chance de estar no Reino de Deus. Lembrem-se de que a razão de estamos vivos é que a alma atinja seu propósito de chegar até Deus.
Deus não nos ouve, mas ouve nos alma. Se quisermos ter conforto material, saúde, ter relacionamento amoroso, prosperidade e conforto material, temos antes de mais nada que conquistar nossa própria alma para que ela cumpra com sua função e destino que é caminhar para Deus. Feito isso, temos tudo com o que sonhamos sem daquele medo de perder o que conquistamos.
Para conquistar nos própria alma temos que começar a nos amar antes de tudo. Quando nossa alma nos ama, deixamos de fazer esforço para ter tudo o que realmente precisamos, ela mesma nos traz e nos torna eternos, intercedendo por nos diante de Deus; Ele ama tanto a alma que faz tudo o que ela pede.
Para alcançarmos a felicidade, nos vida tem que ser maior que nós mesmos, ou seja,a razão para estarmos vivos tem que ser maior do que a satisfação de nossas necessidades imediatas e passageiras. Mas o que é essa "tal felicidade"? Felicidade é quando passamos a focar na eternidade e em Deus; é quando escolhemos estar com Ele nesta vida e por toda a eternidade, renunciando a tudo que possa nos afastar Dele.
Tem pessoas que pensam que tem que escolher entre Deus e tudo que está vida oferece. Na verdade, é colocar Deus em primeiro lugar, e tudo mais nos será dado, conforme nossas resulta necessidades e não apenas para satisfazer nossas vontades imediatas e caprichos pessoais. Podemos ter família, emprego, prazeres físicos, muito dinheiro e tido mais que possamos imaginar, desde que isso todo nos aproxime de Deus e não nos afaste Dele.