domingo, 4 de setembro de 2016

Ideias e relacionamento

Esses dias não tenho escrito meus textos porque me afastei de minha essência e de minhas idéias, me deixei abater temporariamente pelo medo e pela solidão de não ter pessoas afins para compartilhar idéias. Quando deixo de escrever esses textos e de dar continuidade às minha obras de arte é sinal de que me afastei de minha força interior, e que minha fé cai temporariamente. Isso é normal acontecer conosco diante de provações e de novas experiências, mas não se pode deixar abater.
Penso que seja esse um dos grandes problemas das pessoas no que se refere a relacionamentos: abandonar a si mesmo para se adequar a outra pessoa escolhida para se relacionar, renunciando a só mesmo e sua própria essência para começar e manter uma relação onde não há afinidades de ideias, apenas atração física e comodidade de algum conforto material.
Um casal não mantém uma relação por olharem um para o outro e excluírem outras pessoas de seu convívio, mas mantém uma relação duradoura se olharem para s mesma direção, num ponto onde as ideias se encontram.
Quando vejo aquele casal com a vossa muito badalada, cheios de eventos sociais e prazeres apenas, percebo que ali são apenas companheiros de farra. Se este casal parar um instante para conversar um com o outro poderá descobrir que não são suas ideias que os mantém unidos, mas um turbilhão de prazeres momentâneos. Se este mesmo casal fosse preso em um elevador sem outra pessoa presente, é provável que não se suportem; ou se ocorrer um problema de saúde mais grave ou uma crise financeira que inviabilize as prazeres imediatos, essa relação pede acabar mais rápido do que começou.
São as ideias que unem as pessoas e dão rumo às suas vidas, e não alegrias que são momentâneas e até ilusórias. Quando estamos unidos com alguém pela afinidades de ideias, o ciúme não fará parte da relação, pois o ciúme é o medo de perder aquela pessoa que sabemos que realmente não compartilha de ideias semelhantes às nossas. Uma relação não pode durar de forma prazerosa se for mantida com base no medo de perder, o ciúme, a chantagem emocional e até da coerção física ou dependência emocional.
A beleza é passageira, o dinheiro pode acabar e a saúde pode ficar fragilizada, mas uma relação baseada no respeito, afinidade de ideias e no amor, pode durar indefinidamente.
Então é isso, recomeçar a escrever meus textos, reencontrar minha força interior e viver novas e enriquecedoras experiências para aumentar minha força e multiplicar meus talentos. Isso vale para você também.

Nenhum comentário: