domingo, 15 de janeiro de 2017

A razão de viver

Estes textos eu escrevo para o coração de cada pessoa e não para uma razão lógica e fria, ausente de sentimentos. Não precisa entendê-los, mas senti-los. Não deixe seu medo e preconceitos atrapalharem seu caminhar. Que Deus me conceda permanecer mais tempo neste plano de existência para que eu tenha tempo de realizar o maior número de obras que auxiliem em meu crescimento pessoal e aos meus semelhantes; que eu realize obras que sirvam de modelo e inspiração para aqueles que estão temporariamente perdidos e sem saber ao certo em que direção deve seguir; que eu deixe um legado digno de um filho de Deus e que Ele perdoe minhas falhas e pecados; que eu reconheça cada vem mais em meus semelhantes a centelha divina que há em cada um de nós. Mas ou para quem tem dificuldade e ainda não entendeu o que significa ter fé e amar a Deus, comece com algo mais simples: Respeite seu semelhante, sem tentar impor seu ponto de vista e sem coagi-lo a mudar de atitudes se eu realmente não quer. Não há como impedir alguém de cair no precipício se este alguém está decidido a fazer as próprias vontades a qualquer preço. Acredito que devamos permanecer vivos para chegarmos amadurecidos e merecedores da vida eterna, e não apenas pelo pavor de falecer. Um verdadeiro cristão filho de Deus não teme a morte, na deseja sobretudo a vida, como um cavaleiro cruzado que devotou sua vida a Cristo. A morte não é um castigo, mas um prêmio para quem viveu sua vida na retidão e serviu a Deus sem hesitar e sem colocar interesses pessoais acima Dele. Estar junto a Deus é algo que todos deveriam desejar, e não se chega até Ele desejando morrer desesperadamente, mas viver eternamente.

Nenhum comentário: