terça-feira, 24 de janeiro de 2017

Autoconfiança

Tenho trabalhado minha autoconfiança de uns anos para cá, deixei-a ir embora por medo de estar só e porque parei para ouvir os outros e seus conselhos vazios que não tinham como objetivo meu bem-estar. O mundo pode ser cruel se dermos espaço. Não culpo ninguém por eu mesmo ter deixado os outros minarem minha confiança em mim mesmo.
Eu pensei que se ouvisse demais os outros e fizessem o que queriam, que iriam me aceitar em seu meio e eu seria tratado como um igual e com respeito. Mas me iludi e hoje percebo que não adianta esforço para tentar ser aceito. Melhor estar no lugar certo em que as pessoas tenham afinidade de interesses semelhantes aos nossos, do que desperdiçar os próprios talentos em busca de aprovação alheia.
Não tenho mais medo de estar só ou não ser aceito pela grande maioria, desde que erro esteja em paz comigo mesmo. Só o que importa agora é eu recuperar minhas forças e seguir em frente. O mundo como eu conhecida esta se desfazendo e a estrutura social que eu tanto almejei está desabando, embora as pessoas ainda não tenham percebido o quanto são manipuladas pelo poder político e econômico há tempos. Não há como distinguir onde termina a manipulação e começa as influências espirituais.
Não há como confiar em si mesmo se não souber distinguir a verdade da fantasia implantada pela sociedade, incluindo aí manipulações religiosas. Não sei quanto aos outros, redescoberto meu caminho e dele não me devo mais, nem por todo dinheiro, prestígio, poder ou relações que possam surgir.

Nenhum comentário: