terça-feira, 17 de janeiro de 2017

Baixo-astral

Cuidado com as pessoas que têm o astral baixo e se aproximam de você. Quem não está bem consigo mesmo não terá capacidade de fazer bem aos outros. Não se dá o que não se tem. Perceba quem tem pessoas que se aproximam de você para conhecer suas fraquezas e só atacam onde você é mais vulnerável. Geralmente são pessoas contestadoras que só tentam destruir experiências de vida que você adquiriu a duras penas. Não acrescentam nada e só subtraem. Baixoastral não tem solução para problemas reais mas inventam problemas para terem eles mesmo soluções para dificuldades que eles mesmos criam. Tendem a despertar o que você tem de pior. Outra característica marcante é que gostam de as sentir grandes, poderosos e bem sucedidos quando humilham ou diminuem outras pessoas. Como sua autoconfiança é baixa e a estima por si mesmo não existe, eles tem que reduzir outras pessoas a nada para que sonham que tem algum valor, ao ser compararem a pessoas derrotadas e angustiadas. Não tente justificar a atitude de uma pessoa que é deprimente com argumentos do tipo: "É a idade; ou ela não teve estudos ou oportunidades na vida; ela é assim mesmo; tenho até pena". Pessoas assim são perigosas para seu equilíbrio pessoal e sua paz interior. Tendem a ser invejosas e não vão fazer nada para te ajudar, embora no ambiente social não gostem de se revelar como realmente são. Quando alguém se aproximar espontaneamente de você, perceba seu sorriso, ouça suas palavras com atenção, analise a intenção por trás de cada movimento e veja o que você tem que possa ter despertado o interesse da outra pessoa para vir até você. Seja prudente com as pessoas até ter certeza de que elas querem seu bem e não tem intenções obscuras. Cuidado com os manipuladores, sociopatas, psicopatas e pessoas que tenham algum indício de desequilíbrio mental ou espiritual. Desconfie de quem fala mal de tudo e de todos, assim como desconfie dos bajuladores e de quem não costuma fazer o bem aos outros sem pedir nada em troca. O mundo está cheio de pessoas boas, mas também tem pessoas perversas que se alegram com o sofrimento alheio, ou que querem atingir seus objetivos a qualquer preço. Como diz um velho ditado: "Quem se junta com porcos, farelo come".

Nenhum comentário: