sábado, 28 de janeiro de 2017

Divagações

Quando estou com outras pessoas me sinto bem, principalmente quando percebem minha presença e me ouvem. Me sinto realizado e não penso em mim e meus problemas do cotidiano. Sinto uma energia diferente e quanto mais pessoas para que eu possa me expressar livremente, melhor me sinto, tipo como um artista tem um público para apresentar seu melhor trabalho.
Acho que evoluo e cresço mais rápido mais itens de outras pessoas. É quando testo meus limites e todos os meus talentos. Me sinto bem na presença de outras pessoas, desde que eu possa ser eu mesmo, sem ter que representar para evitar atritos.
Uma das cousas mais perigosas de se fazer posta um homem é brincar com mulher, tipo lazer mesmo, contar piadas descontraidamente. As mulheres na mesma hora em que estão dando risada, se ofendem e fecham a cara, depois não entendem porque seus companheiros deixam elas em casa para se divertir com seus amigos.
Eu brinco com mulher, mas sei que cedo ou tarde elas se aborrecerão. Gosto de desafios, embora eu saiba que entro sabendo que é uma guerra perdida para mim. Me divirto enquanto posso e elas não se irritaram. As mulheres, em sua maioria tendem a achar que tido homem só pensa em sexo com elas, como se toda mulher disse atraente aos olhos de um homem. Algumas mulheres são até bonitas, mas tão grosseiras que nem compensa investir numa improvável relação.
Mulher de verdade é aquela que sabe se impor sem ter que ser estupida. Que sabe de independente sem fazer o homem ser só um acessório sem opinião e sem vontade própria. Sabe seduzir sem ser vulgar, tanto nas palavras como no modo de se vestir e no seu comportamento. Valorizo pessoas autênticas que não tem vergonha de ser elas mesmas em público.
Tem pessoas que nos fazem nos sentir bem, em casa, seguros, aquecidos pelo seu carinho e atenção. Parecem um pedaço do céu na terra, o paraíso em vida. Pessoas que nos dão uma sensação de paz, que nos amam e aceitam de graça, sem impor condições, mesmo que nem sempre concordem conosco.

Nenhum comentário: