domingo, 5 de março de 2017

Divagações III

As vezes, por um momento de carência ou necessidade, comprometemos todo um futuro brilhante. A vida nos testa o tempo todo, mas a maior parte da pessoas preso logo nos primeiros testes: querendo a segurança de um emprego, de um meio social ou de uma companhia, ignoramos que estar com as pessoas erradas nos atrasa a vida ou mesmo quando isso não nos impede de caminhar.
A vida é dinâmica e nem sempre as coisas acontecem quando queremos ou como queremos. Temos que aproveitar cada momento para nos prepararmos para estar prontos e melhores a cada dia e em cada oportunidade. Sei como algumas fases de nossa vida são difíceis e parecem ser intermináveis, mas são só fases.
A falta de confiança em nós mesmos também nos atrasa, assim como a falta de preparo para receber as graças que tanto desejamos. Quantas vezes já dispensamos um grande amor de nossa vida por não nos acharmos merecedores? Ou mesmo aquele emprego que pagava um com salário e ainda dava oportunidades reais de crescimento na empresa?
Mas seria sadismo a vida nos dar oportunidades no momento em que não estávamos preparados para receber essas graças. Temos que aprender com nossos erros, mas jamais nos castigarmos por termos cometidos eles. Que sirvam de lição e que não os tornemos a repeti-los.
Acredito que quando temos um talento ou gostamos de fazer algo que não faz mal aos outros e nem a nós mesmos, podemos e devemos fazer tudo para devolver estes talentos especiais que já são natos.
Ninguém é obrigado a ler o que escrevo, talvez se fosse pessoa que escrevesse tanto eu mesmo nem leria. Mas se eu encontrasse alguém que gostasse de expor as próprias ideias sem diminuir aos outros, eu aproveitaria para crescer junto com esta pessoa.
Sinto falta de pessoas presentes e autênticas em minha vida. O que escrevo poderá servir para alguém como já serve para mim, assim como me ajuda a organizar as ideias

Nenhum comentário: