sexta-feira, 24 de março de 2017

Vida virtual - introdução

A apenas algumas décadas, se você se sentisse só ou quisesse arranjar alguém para conversar ou mesmo namorar, você ia a uma praça ou parque, barzinho ou festa para flertar-se com alguém. Ainda havia uma certa ingenuidade no ar e as mulheres trocavam números de telefones com desconhecidos e havia oportunidade de iniciara-se iniciar-se uma relação que poderia até resultar em casamento.
Mas o tempo passou e apareceu um episódio que serviu de alerta a acabou de vez com o que ainda havia de romantismo: O maníaco do parque. Antes deste episódio amplamente divulgado na televisão, as mulheres davam oportunidade de desconhecidos de se aproximarem delas e até seriam com eles. Mas o que poderia já estar acontecendo sem divulgação, depois de repercussão que teve ficou marcado na cabeça das pessoas a figura do psicopata, que é aquele indivíduo que mata alguém sem nenhum remorso.
Depois disso, acabou a possibilidade de um homem desconhecido se aproximar de uma mulher sem deixá-la assustada. E em apenas alguns anos os ladrões se tornaram tão ousados que assaltam qualquer tipo de pessoa em qualquer lugar. Tudo isso serviu para soltar de vez qualquer chance de se conhecer uma pessoa desconhecida em um ambiente que não fosse controlado, tipo uma empresa ou indicação de algum conhecido.
Tudo isso serviu para aumentar os contatos em ambientes controlados, tipo escolas, faculdades, igrejas, empresas e indicação de pessoas conhecidas. Quase que não se tem mais oportunidade de conhecer alguém se não estiver vinculado a algum lugar. Além disso, devido a violência nas cidades, as pessoas têm preferido contatos virtuais a terem que se deslocar de suas casas para se encontrar com alguém, levo que seja um familiar seu.
Por isso, a cada dia mais as pessoas estão se comunicando e se conectando via tecnologias cada vez mais modernas. Os meios de comunicação estão se aperfeiçoando de forma exponencial. Mas mesmo assim, e talvez por isso mesmo, as pessoas estão cada vez mais solitárias e incapazes de tolerar opiniões diferentes das suas.
No mundo virtual, tudo deve ser lindo e perfeito, qualquer coisa publicada não pude ter qualquer opinião contrária, sob pena de ser excluído do grupo sob fortes protestos. E da depender da opinião contrária, os dissidentes poderão ser classificados de racistas, honoríficos, reacionários, conservadores, moralistas ou ultrapassados.
O mundo virtual é composto de várias vertentes, mas as principais atualmente são: as ligações telefônicas Facebook, whatssap e bate-papo, assuntos os quais detalharei em textos a seguir a seguir.

Nenhum comentário: