sexta-feira, 24 de março de 2017

Vida virtual - telefone

A vida virtual nos faz perder tempo demais e não nos acrescenta nada. Sei disso, perdi anos de vida neste vício. Quando eu era mais novo, o dinheiro era curto, então para convencer alguém a namorar comigo eu conversava bastante para criar intimidade e disfarçar o fato de eu te poucos recursos para impressionar uma garota. O tempo passava e a situação não melhorava e eu continuava a ficar horas no telefone.
Naquela época as pessoas gostavam de receber ligações de telefone e falavam comigo até sermos vencidos pelo sono, e no outro dia recomeçávamos.
Durante muito tempo utilizei o telefone como forma de comunicação virtual, conheceu com os antigos orelhões que usavam fichas telefônicas até mesmo outra mais modernos que utilizavam cartões telefônicos. Comecei comprando fichas individuais e por fim já estava comprando pacotes fechados de um cento. O mesmo aconteceu com os cartões telefônicos, eu comprava vários só para atualizar as conversas e manter o contato. Daí passamos a ter telefone residencial e o vício continuava, e a dureza também.
Chegamos a época do celular, mas no início do serviço de telefonia celular cada ligação era cara, pegava-se para ligar e receber chamadas. Os aparelhos de telefones celulares eram caros e extremamente básicos em suas funções. Mais de uma década depois é que chegaram as promoções de ligações com bônus que facilitaram e viabilizaram os contatos. Eu tinha conta de telefone e perdia mais de sessenta horas por mês do fazendo ligações. E quase nada de ver alguém pessoalmente.
Ou seja telefone pode servir para dar um recado rápido, mas conhecer e manter contato apenas telefonando é forçar uma situação de maneira artificial e tentar viabilizar uma relação sem bases sólidas e sem futuro. De vez em quando eu apago vários números de minha agenda de telefone para testar quem ainda vai ligar para mim, e ainda me surpreendo quando a maior parte das pessoas não me telefona para saber o porquê de eu ter sumido e não ligado mais, ou seja, se eu não telefonar, a maior parte dessas pessoas nem sentem minha falta. Alimentar qualquer tipo de contato meramente virtual é grande perda de tempo e apenas se iludir ao longo dos anos.

Nenhum comentário: